Garriga de Menezes

O que você faz pela autoestima do seu filho?

Os primeiros anos de uma criança são o alicerce para uma boa autoestima e os pais precisam compreender que são peças fundamentais na construção deste processo.

O que os pais dizem e a maneira como agem influenciam no valor que os filhos darão a si próprios. Por isso, é função dos adultos auxiliá-los a desenvolver, desde pequenos, o sentimento de que são capazes.

Separamos algumas dicas que podem ajudar a trilhar melhor este caminho:

Superproteção

As crianças passam, todos os dias, por situações que exigem que elas pensem para buscar o melhor resultado. É importante estimular que os pequenos encontrem soluções sozinhos, pois isso irá desenvolver seu pensamento crítico e a autoconfiança. As famílias não devem resolver todos os problemas na tentativa de ajudá-los, o sentimento de frustração também serve como oportunidade para desenvolver a confiança, a competência e o domínio.

Tarefas de responsabilidade

As crianças precisam ter responsabilidade, sentir-se úteis e capazes de gerir alguma situação. O cargo de “ajudante do dia”, por exemplo, é uma excelente estratégia para valorizar seu filho de forma lúdica.

O modelo

A criança aprende muito quando está observando os adultos. A forma como os pais lidam com a raiva e com as frustrações e tristezas influencia diretamente a maneira como os filhos desenvolverão essas características.

Rotina

Um dos primeiros passos para estimular a autoconfiança é criar atividades com horários definidos, que irão auxiliar a criança a se sentir mais segura, protegida e confiante, pois, dessa forma, ela saberá o que está por acontecer.

Falta de regras definidas

Diferente do que muitas pessoas pensam, deixar a criança “solta” demais não gera autoconfiança, pelo contrário, só gera insegurança. Alguns pais, na tentativa de evitar serem severos demais, acabam criando seus filhos sem regras, ou com regras confusas, o que prejudica o entendimento das crianças.

E você? Quais dessas dicas podem ser incorporadas ao dia a dia da sua casa? Por fim, devemos sempre lembrar que uma família positiva é aquela que sabe que não é perfeita, mas está sempre tentando crescer e melhorar.

BAIXE NOSSO E-BOOK GRATUITO E APRENDA COMO ESTIMULAR HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS!

Download
Todos os direitos reservados © Garriga 2018
Um projeto Together