Garriga de Menezes

A importância da união entre a família e a escola

Cada vez mais é possível perceber como as instituições família e escola não conseguem dar conta, sozinhas, do desenvolvimento e da educação de crianças e jovens.

A participação dos responsáveis na educação das crianças e dos adolescentes é essencial. Sem eles, o sucesso escolar fica muito comprometido, principalmente no que diz respeito ao campo da aprendizagem.

Nesse sentido, torna-se fundamental a construção de uma relação em que seja compartilhado o compromisso e a garantia de uma educação de qualidade na qual, ambas as partes, sintam-se responsáveis pela educação e pelo desenvolvimento cognitivo, social e emocional do aluno.

Diversas pesquisas já comprovaram que quanto melhor a relação entre família e escola, melhor será o processo de aprendizagem do aluno.

Nota-se que mesmo com um planejamento curricular de excelência, uma aprendizagem significativa e consistente só é possível quando a criança e o adolescente têm apoio da escola e da família. O trabalho colaborativo dos dois lados favorece o desenvolvimento dos jovens. Por meio dessa união de forças, é possível iniciar uma troca harmônica e respeitosa que traz benefícios diretamente nas questões pedagógicas e sociais do estudante em seu processo educativo.

Algumas ações são essenciais na garantia de um processo de aprendizagem saudável. Por parte da escola, abrir portas para a família é a chave para um contato colaborativo. Ninguém pode saber mais sobre o comportamento e o desenvolvimento do aluno na escola do que a própria instituição escolar, da mesma forma como a família é quem conhece melhor seu filho ou familiar no ambiente extraescolar.

Por parte da família, algumas estratégias podem ser implementadas na garantia de um bom desenvolvimento cognitivo e emocional do aluno.

Entre elas, destaca-se a relevância de se facilitar um ambiente acolhedor em casa no qual o aluno possa realizar seus estudos com tranquilidade.

Além disso, reservar um tempo para os estudos diariamente ajuda a desenvolver o hábito, estabelecendo, assim, uma rotina.

Aos pais, acompanhar sistematicamente essa rotina de estudo e a realização das tarefas escolares significa ter um momento específico em que podem transmitir equilíbrio emocional aos seus filhos bem como construir uma cultura de valorização à educação. Só assim para se promover um desenvolvimento escolar significativo.

 

Manoella Senna

Orientadora Educacional da Escola Garriga de Menezes Mestranda em Educação (PPGE/UFRJ). Pesquisadora do Laboratório de Pesquisa, Estudo e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação – LaPEADE

BAIXE A NOSSA APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL E CONHEÇA O GARRIGA

Download